News
Loading...

10 dicas para sobreviver ao Carnaval

Carnaval está praticamente aí e muita gente de norte a sul do país já mergulhou de cabeça na folia. Entretanto, apesar das festas que já estão rolando Brasil afora, a maratona carnavalesca começa forte mesmo a partir do próximo final de semana. Então, para sair ileso de tanta farra e divertimento, confira 10 dicas que selecionamos para você:

1 – Beba muita água
Não há corpo que aguente o forte ritmo da folia sem estar bem hidratado, especialmente com as altas temperaturas que vêm sendo registradas nos últimos dias em todo o país. Sendo assim, tome água. Muita. Mesmo que ela não esteja tão fresquinha como você gostaria, e não se esqueça de sempre carregar uma garrafinha a tiracolo.
Também vale lançar mão da boa e velha água de coco, sucos e bebidas isotônicas. Outra coisinha importante: a cerveja e outras bebidas alcóolicas, mesmo as mais refrescantes, não substituem a água e favorecem a desidratação.

2 – Use roupas leves e passe protetor solar

Todos os anos nós vemos dezenas de Batmans, Homens-Aranha, Super-Homens e personagens afins tomando as ruas das cidades, e é impossível não imaginar o calor que esses caras devem estar passando debaixo de tanta roupa!
Pois saiba que submeter o organismo a condições extremas de temperatura não é nada saudável e, portanto, se você for se fantasiar, dê preferência para roupas leves e fresquinhas. E quando for curtir a folia durante o dia, não deixe de levar um boné, chapéu, óculos de sol e aplicar um bom protetor solar. Afinal, o Sol forte pode ser bastante prejudicial à nossa saúde. Só não se esqueça de usar roupas, já que não vale sair por aí peladão!

3 – Cuide do seu dinheiro e de seus pertences

Grandes aglomerações, muita música, a galera festejando, bebidinhas para todos os lados... Nesses ambientes, é normal que as pessoas baixem a guarda, fiquem menos atentas e se tornem alvos fáceis dos malandros que se misturam à multidão, então, para evitar incômodos, tome alguns cuidados antes de cair na folia.
Uma boa pedida é guardar seu dinheiro, seus documentos e cartões naquelas pochetezinhas que ficam escondidas sob a roupa ou naqueles porta-trecos discretos que todo turista já carregou um dia. Além disso, sabe o celular velho que você aposentou? Tire ele da gaveta e deixe o seu aparelho oficial em casa. E sempre tenha dinheiro trocado à mão — isso vai facilitar bastante a sua vida na hora de comprar bebidas e petiscos durante a folia.

4 – Deixe o carro em casa

Se você não dispensa uma bela folia e optou por pular o Carnaval em um dos destinos tradicionais para essa data, então, nos diga: qual é a probabilidade de você encontrar congestionamentos, se estressar para encontrar onde estacionar o carro, cruzar com flanelinhas abusados e se deparar com foliões embriagados?
Por que você vai querer se incomodar com esses problemas todos e correr o risco de estragar a sua festa? Evite sair de carro durante o Carnaval e deixe o seu veículo em casa! É muito mais fácil e seguro usar um dos inúmeros serviços disponíveis hoje em dia para o transporte e deslocamento de pessoas.

5 – Não agarre ninguém à força

Tradicionalmente, as festas de Carnaval costumam ser regadas a muita música e bebida, e é comum que os foliões deixem suas inibições de lado durante os festejos. No entanto, isso não significa que os Carnavalescos mais “calorosos” possam sair por aí agarrando os outros à força. Não pode! Em hipótese alguma. Não é não, e ponto final.
Além de ser caracterizado como crime, esse tipo de comportamento pode gerar confusões e brigas desnecessárias, inclusive envolvendo quem não tem nada a ver com a situação. Ademais, forçar a barra e partir para cima sem o consentimento do outro é uma baita falta de respeito. Existem diferenças entre paquerar e assediar, e elas devem ser levadas a sério.

6 – Não exagere na bebida

Apesar de todas as campanhas que circulam nessa época do ano, o consumo de álcool aumenta significativamente durante o Carnaval. Também, pudera! Com tanto calor, gente festejando e o sem fim de batidinhas e bebidas que fazem a alegria dos foliões, é fácil acabar exagerando.
Entretanto, a ingestão de bebidas alcóolicas pode oferecer uma série de riscos, não só para a pessoa que consome a substância — já que o exagero pode resultar em sonolência, desidratação, perda de reflexos, náuseas, vômitos e, em casos extremos, até a morte —, mas também para a comunidade, pois o consumo de álcool está relacionado com o aumento de violência, acidentes de trânsito e pessoais, e da prática do sexo sem proteção.

7 – Use camisinha

Todos os anos nós somos bombardeados com campanhas sobre o uso de camisinha e a prática responsável de sexo durante o Carnaval: é propaganda na TV, no rádio, nas redes sociais, outdoors, folhetos, cartilhas educativas, anúncios impressos, distribuição gratuita de preservativos...
Todo mundo deveria estar careca de saber que, para evitar infecções sexualmente transmissíveis, os métodos mais eficazes seriam a abstinência — né! — ou o uso da camisinha. Mas não custa lançar mais um lembrete aqui: não esqueça de usar o preservativo na folia. Nunca!

8 – Evite "convites" de estranhos

O clima de festa típico do Carnaval sem dúvida propicia a interação com desconhecidos — o que é bastante saudável e inclusive pode resultar no surgimento de grandes amizades e até de amores para toda a vida.
Contudo, é sempre bom ficar alerta e evitar convites de estranhos, seja para um simples passeio, voltinha ou carona. Espere para conhecer essas pessoas um pouquinho melhor antes de se aventurar sozinho com um novo amigo.

9 – Confira a programação antes de sair de casa

Os grandes polos carnavalescos geralmente oferecem uma ampla programação de festas, desfiles, shows e atividades para todo tipo de folião — dos mais jovens, passando pelos mais alternativos e os que já estão na “melhor” idade.
Portanto, antes de cair na festança, confira a programação — geralmente disponibilizada pela prefeitura local — para aproveitar ao máximo o que o Carnaval tem para oferecer e não parar na festa errada sem querer!

10 – Não faça xixi na rua

Você sabe que a Natureza é danada — e ela sempre chama, mais cedo ou mais tarde! Só que ninguém merece sair pelas ruas e se deparar com os (maus) odores deixados pelas legiões de foliões que, na hora do aperto, resolveram se aliviar em qualquer canto.
Uma boa dica é a de aproveitar para fazer aquele xixizinho esperto toda vez que você encontrar um banheiro público ou químico, mesmo que você não esteja morrendo de vontade naquele momento. Afinal, nunca se sabe quando você vai ter outra oportunidade de se aliviar de forma civilizada — sem emporcalhar as ruas e afetar o divertimento dos demais.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Rolim Fofoca

Olá amigo curioso, me chamo Fabio Jaguar tenho 23 anos sou curioso de carteirinha, gosto muito de filmes e séries e estarei aqui com você diariamente, Não se esqueça de se inscrever em nosso canal no YouTube, espero você lá!.

0 comentários :

Postar um comentário